Ainda tem “Gente” que não sabe diferenciar, tipos “Textuais” de “Gêneros”

Existem variedades  de modos,  de se  escrever os Textos.
Podem ser Textos: Poéticos, pessoais,Vidas Reais, Crônicas, Ficcionais, Contos , Jornalísticos, Comédias e entre outros Gêneros e são muitos… A maneira que você escreve quem escolhe é você,  pode ser um conteúdo de informação,  o conteúdo das cartas, tudo  serve como  tipologia textual.
Se vai ser aceito ou não a maneira de você escrever,  problema… Um não aceita e outro assim aceita . É igual mulher feia… Feia para você e bonita para outro, então não existe  dizer que só  os Textos de autores conhecidos que sejam Textos…
Depende da mensagem que você queira passar, pode ser: Coloquial, Padrão… Simples, Rebuscado…. Depende ! Escreva !
Para escrever Poesia por exemplo: Sem regras, é pessoal, escreva do jeito que achar conveniente…
Como: ” Faca é faca”…
Poesia: Pode ser Música, Textos com Rimas ou Sem Rimas, Romântico ou Melancólico … Tudo que é  escrever Poesia, é ser Poético…A mensagem quem seleciona é você!
Escritor é aquele que escreve, pode ser reconhecido ou não, pode ter um texto de gaveta :  é uma escrita, independe da mensagem. Portanto,  não significa que um Escritor de gaveta também não seja um escritor, ou um poeta  como foram os outros de gerações passadas.
Os tipos textuais: podem ser : Os Narrativos, Dissertativos/Argumentativos, Descritivos, Expositivos, e Injuntivos. Os textos épicos, dramáticos e líricos são de gêneros literários. Podendo perceber as dúvidas em relação ao tipo e ao gênero, os conceitos são bem fáceis, separar: quando você faz um conteúdo, é considerado o tipo de texto, e o gênero diferencia porque são muitos, como:  Jornalístico: Notícia e  podem surgir mais e mais no cotidiano,  enquanto os tipos textuais só aparecem cinco deles ou até mais e são poucos.

Autora: Adaildes Alves Moreira